Agendamento
Telefone: (55) 11 3062-0517

Células tronco são células capazes de se diferenciar em diferentes tecidos. Hoje acreditamos que a pesquisa com células tronco pode resultar em novas opções de tratamento para doenças neurológicas, degenerativas, oculares, etc. O transplante de medula óssea, por exemplo, é um tratamento comprovado que utiliza células tronco para repopular a medula de pacientes no tratamento de câncer ou doenças degenerativas.

Apesar do grande investimento e de muitas publicações científicas sobre o assunto, ainda não existem muitos tratamentos que utilizam células tronco e tenham eficácia garantida.

Decidimos adicionar este tópico porque temos recebido muitos e-mails sobre o potencial uso de células tronco no tratamento de doenças oftalmológicas que até hoje não tem cura, como retinose pigmentar, casos de cicatriz de retina (como na toxoplasmose ocular) e casos avançados de glaucoma, doença da mácula ou retinopatia diabética.

Acreditamos que ainda não há evidência de que estes tratamentos sejam eficientes. É importante ter cuidado para não ser enganado. Existem protocolos de pesquisa utilizando células tronco e estes devem sem realizados de maneira ética, sem custos para o paciente ou exames que o paciente deva pagar para que o pesquisador decida se ele pode ser incluído em um protocolo aprovado por comitê de ética.

No caso de dúvida procure uma segunda opinião, cheque se o tratamento é disponível em outros centros, inclusive centros de excelência no país (como a UNIFESP) ou mesmo centros fora do Brasil.

Artigo escrito pela equipe da Clínica Belfort. Proibida reprodução parcial ou total sem autorização. Este artigo e vídeo contêm apenas informações gerais sobre doenças oculares. Este texto não substitui a avaliação por oftalmologista.