Agendamento
Telefone: (55) 11 3062-0517

Os “Arquivos Brasileiros de Oftalmologia” são a publicação oficial do Conselho Brasileiro de Oftalmologia e foram fundados em 1938 pelo Dr Waldemar Belfort Mattos, fundador da clínica Belfort e avô do Dr. Rubens Belfort Jr.

Depois do Dr Waldemar Belfort coube a seu filho, Dr Rubens Belfort Mattos, com a ajuda de Rosinha Belfort, sua esposa, a responsabilidade de garantir a periodicidade da revista. Em 1990 a responsabilidade da publicação passou ao Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) depois de um acordo entre a Família Belfort e o CBO.

A revista foi a primeira revista médica Brasileira a ser editada em CD-ROM e desde 1996 passou a ser indexada em diversos bancos de dados médicos, possibilitando sua consulta por todo o mundo.

Este foi o editorial da primeira edição dos Arquivos Brasileiros de Oftalmologia, escrito em 1938 pelo Dr Waldemar Belfort Mattos.

“Os Arquivos Brasileiros de Oftalmologia aparecem com as seguintes finalidades: a) dar publicidade aos trabalhos originaes dos oculistas patricios; b) transmitir a todos os médicos brasileiros, interessados pela especialidade, o que existir de mais moderno no campo da oftalmologia mundial; c) fomentar o estudo e o aperfeiçoamento de oftalmologia. Parecem pouco as suas finalidades, no entanto é tudo, o máximo que entre nós, um periódico da especialidade possa pretender fazer. Os “Arquivos” publicarão todos os trabalhos de oculistas, do Brasil e de fóra, que quizerem honrrá-los com a sua colaboração. Nas urnas funerarias ou “igaçabas” e em diversos figurinos de barro cosido, exumados dos “mounds” pre-históricos da ilha de Marajó são encontrados vários tipos de símbolos oculares representando galéras biremes e triremes, símbolos que distinguiam os oficiaes, os marinheiros e os pilotos dos vários navios de guerra e mercantes que conduziam através de mares lonjinquos e do rio gigante – o Amazonas – os pequenos barcos índios disseminadores da primitiva civilização brasileira. Assim também, com um destes mesmos símbolos em seu frontespício, os Arquivos Brasileiros de Oftalmologia se espalharão por todo o Brasil, promovendo e fomentando, entre todos, o intercâmbio da oftalmologia patria.

Junho de 1938 – São Paulo – Brasil Dr. W. Belfort Mattos”

ABO desde 1938 educando oftalmologistas Brasileiros