Agendamento
Telefone: (55) 11 3062-0517

Lentes de contato são utilizadas para corrigir o grau dos olhos e tratar miopia, astigmatismo, hipermetropia ou presbiopia (baixa de visão para perto depois dos 40 anos de idade). Existem diferentes tipos de lentes de contato: rígidas, gelatinosas, tóricas (que corrigem o astigmatismo), coloridas, estéticas e até lentes de contato terapêuticas, que são utilizadas no tratamento de algumas doenças do olho.

As lentes de contato mais comuns são as monofocais, mas para tratar a presbiopia, ou vista cansada, pode ser utilizadas lentes de contato comuns, bi ou multifocais.

Em geral, todos podem usar lentes de contato, poucas são as doenças que as contra-indicam. Basta ser examinado por um oftalmologista e orientado em relação à lente adequada (marca, grau e modelo) e os cuidados necessários para colocar, tirar e limpar a lente.

Como regra, a lente de contato deve ser retirada antes de dormir, porque isto diminui a chance de complicações raras, mas graves, como infecções na córnea. Hoje existem lentes de contato aprovadas para uso contínuo inclusive durante a noite, mas deve-se levar em conta as vantagens e riscos deste uso em cada paciente.

Lentes rígidas gás permeável

Alguns pacientes apresentam astigmatismo irregular, que não pode ser corrigido de maneira satisfatória com uso de óculos ou lente de contato gelatinosa, mesmo tórica. Estes pacientes podem apresentar irregularidades da córnea por causa de uma cicatriz por trauma ou cirurgia, ou por alguma doença, como o ceratocone.

Uso e cuidados com a lente de contato

Alguns pacientes podem ter dificuldade em manusear as lentes de contato, porém com algumas dicas e orientações o ato de colocar e tirar as lentes acaba se tornando simples e fácil, mesmo para aqueles que não enxergam bem de perto.

Para cuidar das lentes de contato deve-se usar um produto multiação, que serve para lavá-las e desinfetá-las com segurança, diminuindo a chance de uma infecção por bactérias, fungos ou acantamébas. Recomenda-se não colocar as lentes em contato com água da torneira ou soro fisiológico, a não ser que seu oftalmologista oriente de outra maneira.

Os cinco passos básicos para diminuir o risco de ter problemas com as lente de contato são: – Lave as mãos com água e sabão antes de manuseá-las – Use um produto multiação para lavar e guardar as lente no estojo – Mantenha o estojo limpo – Evite dormir com a lente de contato – Não use água de torneira para lavar as lentes de contato

Nós da Clínica Belfort temos uma equipe para cuidar dos seus olhos e escolher a melhor opção de lentes de contato para você.

Quando não devo usar lentes de contato?

Quando seus olhos estiverem vermelhos ou irritados e quando a visão com a lente de contato estiver ruim. Nestes casos deve-se usar o óculos e observar se os sintomas desaparecem antes de voltar a usar a lente de contato. Em caso de dúvida entre em contato com seu oftalmologista.

Artigo escrito pela equipe da Clínica Belfort. Proibida reprodução parcial ou total sem autorização. Este artigo e vídeo contêm apenas informações gerais sobre doenças oculares. Este texto não substitui a avaliação por oftalmologista.