Agendamento
Telefone: (55) 11 3062-0517

Também chamada de PAM – Primary Acquired Melanosis, é fator de risco para desenvolvimento de melanoma ocular.

A melanose primária adquirida é uma doença que afeta a conjuntiva de pacientes mais idosos e de pele clara. Trata-se de uma proliferação dos melanócitos da conjuntiva, aumentando a pigmentação da parte branca do olho (aparece como uma pequena mancha marrom na superfície do olho).

Existem dois tipos de melanose primária adquirida: com células atípicas e sem células atípicas. A diferenciação entre estas formas é muito importante porque a melanose primária adquirida com atipias é o mais importante fator de risco para o desenvolvimento de melanoma de conjuntiva.

Sinais e sintomas:

Aumento de pigmentação da conjuntiva, que recobre a região branca do olho. O paciente percebe pequenas áreas marrons na conjuntiva.

Tratamento:

O tratamento da melanose primária adquirida depende da presença ou não de atipias. Desta maneira deve ser feita biópsia da conjuntiva (membrana superficial que recobre o olho). Se o resultado comprovar células atípicas deve-se tratar a melanose com mais cirurgia e colírios especiais. No caso de resultado da biópsia sem células atípica pode-se acompanhar a melanose com fotografias periódicas.